Auxílio Emergencial : Pais solteiros podem receber um valor adicional de até R$ 3.000

Auxilio Emergencial os brasileiros que receberam o benefício em 2020 podem consultar o site da Dataprev para saber se têm direito ao efeito retroativo do programa.
O socorro emergencial foi lançado em 2020 para ajudar famílias brasileiras necessitadas durante a pandemia. Apesar de seu término em outubro do ano passado, algumas pessoas ainda têm valores a ganhar com o programa. Neste caso estamos falando de pais solteiros responsáveis ​​pela família.

🚨 URGENTE! Entre para nosso Grupo do WhatsApp de notícias e concorra a até R$1.000,00 todo mês pago no seu PIX!

ENTRAR NO GRUPO DO WHATSAPP

O grupo pode receber até cinco parcelas da conquista por vez. Juntos somam R$ 3.000. Os valores referem-se às cotas duplas do auxílio emergencial, que são pagos apenas às mães solteiras chefes de família na mesma situação. Na época, eles recebiam R$ 1.200, enquanto seus pais recebiam apenas R$ 600.

Depois que uma decisão do Congresso Nacional derrubou o veto que impedia os repasses em dobro, o governo federal teve que derrubar o auxílio emergencial retroativo. O valor destinado aos pagamentos foi de R$ 4,1 bilhões, com recursos destinados a mais de 1,2 milhão de pais solteiros que cuidam de seus filhos sem a ajuda de companheiro ou cônjuge.

Quem tem direito à cota adicional? o auxílio emergencial?

Pode receber os recursos o chefe de família masculino, que cuidou sozinho dos filhos e recebeu a cota básica do auxílio emergencial entre os meses de abril e agosto de 2020.

Por outro lado, quem passou a receber os auxílios a partir de setembro do mesmo ano, por exemplo, não são elegíveis para pagamentos retroativos.

Cota Adicional para Auxílio Emergencial

Antes de mais nada, é importante lembrar que os novos pagamentos aplicadas ao programa referem-se às parcelas atrasadas e não se referem a um novo plano de auxílio emergencial. Isso resulta nas seguintes faixas de pagamento:

  • Quem recebeu cinco parcelas do auxílio emergencial original pode receber R$3.000;
  • Quem começou a receber em maio de 2020 tem direito a R$2.400;
  • Quem recebeu a partir de junho de 2020 ganha R$ 1.800;
  • Quem recebeu a partir de julho de 2020 tem um depósito de R$ 1.200
  • Quem recebeu a partir de agosto de 2020 tem direito a R$ 600.

Para saber se você fazem jus à cota adicional do benefício, basta que o interessado acesse o site de assessoria de emergência desenvolvido pela Dataprev.

Veja também:

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Receba em primeira mão!

Seja o primeiro a receber as notícias mais relevantes do dia para você. Inscreva-se abaixo:

Comentários estão fechados.