Dívidas atrasadas: quanto o banco pode reter do salário?

0

Salário Bloqueado: As dívidas estão perdidas? Os depósitos de poupança podem ser bloqueados? Como funciona a previdência privada? Saiba se o banco pode congelar seu salário e tire todas as dúvidas.

🚨 URGENTE! Entre para nosso Grupo do WhatsApp de notícias e concorra a até R$1.000,00 todo mês pago no seu PIX!

ENTRAR NO GRUPO DO WHATSAPP

Este ano, o número de famílias endividadas ultrapassou 70%, segundo dados da Serasa. À medida que a economia oscila entre altos e baixos, o espectro da dívida é comum. Em momentos mais delicados, as contas vencidas se acumulam e não há como pagá-las em dia.

Leia também: Quem pode sacar até R$ 1.000 do FGTS a partir desta semana?

Neste momento, os consumidores têm algumas dúvidas. Porque qual o valor que o banco pode reter da receita para quitar dívidas? Entenda como funciona.

Qual o valor que o banco pode reter dos meu salário para quitar dívidas

Monetariamente, as instituições financeiras podem reter até 30% do salário de um endividado. Este é também o número que deve corresponder à taxa máxima de um empréstimo. Entre os especialistas, 30% do salário é o valor limite para não comprometer as contas de uma vez por todas.

Por isso, nenhum banco pode limitar o salário integral de um cliente. Em nenhuma circunstância esta situação é aceitável. Embora os fundos possam ser bloqueados em tribunal, existem regras e regulamentos que devem ser seguidos.

As economias podem ser confiscadas do meu salário ?

Não. A lei proíbe que todo o saldo de uma conta poupança seja bloqueado ou retido pelo banco. Valores de até 40 salários mínimos são integralmente protegidos pela agência e não podem ser registrados como penhor.

No entanto, a partir de 40 salários mínimos é possível requerer a suspensão judicial. No entanto, apenas o valor que exceder o limite estabelecido será bloqueado.

Em contrapartida, os investimentos de renda fixa podem ser bloqueados pelos bancos. Isso significa que investimentos em CDBs, títulos públicos e fundos de ações, por exemplo, podem ser bloqueados. Apenas o regime privado de velhice não tem regulamentação clara em tribunal.

A minha dívida expira quando debita do meu salário ?

A resposta à pergunta é bastante simples: não. Não é verdade que as reivindicações não são mais cobradas após 5 anos. Imagine como seria se uma dívida fosse simplesmente esquecida porque estava vencida. Muitas pessoas usariam isso a seu favor e simplesmente não honrariam os acordos.

O que acontece é que a agência de cobrança remove o nome do devedor de sua lista de cobrança. Esta é uma decisão legal e o momento irá variar dependendo da situação.

No entanto, não se engane. Mesmo quando os lembretes terminam, as dívidas permanecem. Esgotadas as tentativas de negociação amigável, o cidadão inadimplente será autuado judicialmente.

Veja também:

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Receba em primeira mão!

Seja o primeiro a receber as notícias mais relevantes do dia para você. Inscreva-se abaixo:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.