Imposto de Renda: Veja como declarar despesas médicas e se beneficiar das deduções

0

Os especialistas do IOB ensinam no imposto de Renda, o que e como deduzir despesas médicas e hospitalares nos modelos completos e simples.

🚨 URGENTE! Entre para nosso Grupo do WhatsApp de notícias e concorra a até R$1.000,00 todo mês pago no seu PIX!

ENTRAR NO GRUPO DO WHATSAPP

As deduções do imposto de renda são muito bem-vindas, pois, além de poder garantir um desconto no valor devido ao fisco, também pode aumentar o reembolso a obter. Se souber declarar corretamente as despesas médicas e hospitalares, pode beneficiar de deduções. As despesas dedutíveis limitam-se aos pagamentos efetuados pelo declarante para necessidades próprias ou de seus dependentes. As despesas de saúde para gourmets também podem ser deduzidas se o pagamento dessas despesas for determinado por um tribunal ou notarizado.

No entanto, nem todas as despesas de saúde são reconhecidas. Por exemplo, medicamentos comprados em farmácias não são dedutíveis, mesmo que se destinem a uso prolongado. E aí surgem as dúvidas: o que declarar? Subtrair o quê? Você tem limites de dedução? Qual é o melhor modelo de explicação: simplificado ou completo?

Para ajudar os contribuintes, os consultores especializados do IOB, uma tecnologia inteligente que combina conteúdo e tecnologia para melhorar negócios e escritórios de contabilidade, compartilham dicas para explicar essas despesas. De acordo com a consultora tributária do IOB Elaine Duarte, preencher os dados corretamente e prestar atenção aos detalhes são orientações simples, mas que ajudam muito. Para aproveitar as deduções legais, o ideal é optar pelo modelo de declaração completa, fornecendo todas as informações solicitadas pelo programa e atentando para a documentação (faturas, recibos, etc.) alerta.< br>

O que precisa ser declarado no Imposto de Renda ?

É muito importante saber o que precisa ser declarado ao fisco. As despesas dedutíveis são: despesas médicas de todas as especialidades, incluindo terapeutas, fisioterapeutas, dentistas e psicólogos. Também é possível incluir estudos laboratoriais e radiológicos; custos hospitalares ao nascimento; dispositivos ortopédicos e odontológicos; próteses ortopédicas e dentárias; planos e seguros de saúde, incluindo co-pagamento do empregado que divide o custo do plano com o empregador; cirurgia plástica; Anestesista; Materiais utilizados em cirurgia; Problemas com assistente social, massagista e enfermeira; Educação para deficientes físicos e mentais; Internação domiciliar e em centro geriátrico. Despesas médicas ou hospitalares incorridas no exterior, bem como despesas incorridas por médicos não residentes no Brasil, também podem ser deduzidas da declaração.

Se o contribuinte estiver internado, poderá solicitar a devolução dos medicamentos adquiridos constar na fatura emitida, caso contrário os valores não poderão ser deduzidos do imposto de renda. Os gastos que não podem ser declarados são: óculos, lentes de contato e aparelhos auditivos.

Como preencher o Imposto de Renda ?

As despesas devem ser declaradas no Formulário de Pagamentos efetuados com documentos comprovativos que demonstrem o CPF ou CNPJ do prestador de serviços, a identificação do pagante e do destinatário do tratamento ou serviço e a data de emissão. Se o documento anexo não for fatura, deve conter a assinatura do prestador de serviços.

Preencher os dados corretamente e sem irregularidades dessas despesas se a administração fiscal verificar ou houver discrepâncias no processamento Se o vier a declaração, o contribuinte pode ser solicitado a verificar as despesas declaradas. Portanto, é aconselhável manter todos os documentos comprobatórios incluindo nome, CPF ou CNPJ e endereço para o qual os pagamentos foram feitos por pelo menos cinco anos.

Veja também:

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Receba em primeira mão!

Seja o primeiro a receber as notícias mais relevantes do dia para você. Inscreva-se abaixo:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.