Novas regras de vale-refeição podem resultar em multas

1

O governo introduziu novas regras que afetam o uso de vale-refeição e vale-refeição. Multas de até R$ 50.000 podem ser aplicadas pelo descumprimento das regras.

🚨 URGENTE! Entre para nosso Grupo do WhatsApp de notícias e concorra a até R$1.000,00 todo mês pago no seu PIX!

ENTRAR NO GRUPO DO WHATSAPP

O governo federal emitiu novas regras para vale-refeição e vale-refeição. As regras atualizadas foram elaboradas no final de março, mas já estão em vigor. Portanto, há uma série de mudanças que você precisa estar ciente. Quem não seguir as regras pode ser multado e a multa pode chegar a R$ 50.000.

Quais são as novas regras para vale-refeição e vale-refeição?

No dia 28 de março, o governo emitiu novas regras para permitir o uso de vale-refeição e vale-refeição no Brasil. Abaixo está um resumo de tudo o que você precisa saber para começar a usar o cupom a partir de agora.

Primeiro, lembre-se que VA e RV são subsídios oferecidos pelas empresas aos funcionários. É uma forma de recompensar e estimular o trabalho dos funcionários. Por lei, nenhum destes serviços é obrigatório, embora a prática seja comum.

Assim, o vale-refeição difere do vale-transporte, que está previsto por lei em determinadas situações.

Mais informações em o novo regime de vale-refeição

O novo regulamento de vale-refeição e vale-refeição restringe o uso de cartões de vantagens na prática cotidiana. Isso significa que, a partir de agora, o funcionário só poderá utilizar o voucher para pagar refeições e refeições. Depende do tipo de serviço (VR ou VA).

Há pouco tempo, os vouchers podiam ser usados ​​para pagar alguns serviços como TV a cabo. Postos de gasolina e outros estabelecimentos comerciais também aceitam o cartão.

Veja também:

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Receba em primeira mão!

Seja o primeiro a receber as notícias mais relevantes do dia para você. Inscreva-se abaixo:

1 comentário
  1. Jefferson Cabral Diz

    Perdi meu tempo, este artigo fala, fala e no final não diz nada, quem escreveu precisa aprender mais a elaborar textos, pq vou te falar, que coisa ridícula! Me senti enganado lendo essa porcaria que só falou o óbvio.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.