Desafio do apagão no Tik Tok: como funciona ‘moda’ que matou criança

0

Apagão do Tik Tok: A adolescente foi encontrada no quarto da casa onde vive, em Capitán Bermúdez, pendurada pelo pescoço com um laço.

🚨 URGENTE! Entre para nosso Grupo do WhatsApp de notícias e concorra a até R$1.000,00 todo mês pago no seu PIX!

ENTRAR NO GRUPO DO WHATSAPP

Uma adolescente argentina, de 12 anos, foi encontrada morta após tentar cumprir o “desafio do apagão”, proposta viral entre os adolescentes que voltou a ser compartilhada na rede social TikTok.

Segundo informações do jornal “La Nación”, Milagres Soto foi encontrada no quarto da casa onde vive, em Capitán Bermúdez, pendurada pelo pescoço com um laço. O caso aconteceu na última sexta-feira (13).

De acordo com apurações do Ministério Público local, o desafio do apagão, ao qual a adolescente tentou fazer, consiste em se enforcar amarrando um cinto no pescoço até perder a consciência e só se libertar no último minuto sem fôlego. Milagros, no entanto, não conseguiu desamarrar e acabou morrendo.

“Uma vez bloqueada a respiração, o objetivo é desmaiar por asfixia. Tudo isso é transmitido ao vivo nas redes e, quem consegue, avança no jogo. Nesse caso, não deu certo e a menor morreu na tentativa”, afirmou um agente do órgão, ao ” La Nación” .

Em uma rede social, a tia da adolescente, pediu que o caso seja compartilhado, para que o mesmo não ocorra a outros jovens.

“Olá a todos. Meu nome é Lali. Vou divulgar o que estou vivendo. Esta é Milagros, minha sobrinha, que hoje (última sexta, 13) perdeu a vida fazendo um desafio do TikTok. Por favor, peço que compartilhem. Minha família e eu não temos consolo”, diz a mensagem, reproduzida abaixo no original.

Até o momento, a polícia argentina não encontrou elementos para comprovar a versão da família. No entanto, o caso é investigado pela polícia como suicídio, uma vez que foi gravado pela adolescente, mas as razões apontadas pela família como o motivo da jovem abriram uma linha de investigação policial.

O “desafio do apagão”, ocasionou mortes também no Chile e na Itália em 2021, voltando a ficar mais famoso entre os novos seguidores da rede social.

Fonte Original: Yahoo

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Receba em primeira mão!

Seja o primeiro a receber as notícias mais relevantes do dia para você. Inscreva-se abaixo:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.